Search
  • Fivend Agency

Mãe, eu não gosto desse tio!


Quantas vezes você já ouviu uma criança dizer: "Não gosto do tio!” "Não quero dar beijo!” "Não quero ir no colo dele!” "Não me deixa sozinha(o) aqui!”

E um adulto dizer: "Não fala isso! É feio!" "Falar isso magoa as pessoas!”
"O vovô vai ficar triste com você!” "A titia só quer o seu bem!”

Não que em todos os casos semelhantes a esse estejamos nos deparando com abusadores, mas ter essa reação com as crianças só reforça a ela que a mesma não tem direito de se sentir desconfortável e se posicionar em determinadas situações.

Quando uma criança disser que não gosta de alguma pessoa, não quer ir a algum lugar, pede para que não a deixe sozinha com alguém, diz que não gosta de algo, etc., nunca responda com palavras de negação. Troque as palavras que costumamos ouvir e dizer, citadas acima, por:
“Minha filha/meu filho, por que você se sente assim? O que te incomoda nessa pessoa? Podemos conversar sobre isso? Saber e entender o que você sente é muito importante pra mim.”

Traga valorização ao que a criança sente, conexão afetiva.

Lidar com isso de maneira sábia pode prevenir imediatamente que seu filho ou uma criança do seu ciclo seja abusada sexualmente e também prevenir que ela seja violada em futuros riscos. Isso previne o abuso sexual infantil!

A partir dessa mudança de comportamento, a criança passa a confiar mais em você, havendo mais liberdade na comunicação num geral e também entende a sua liberdade de querer ou não dar beijo, ir no colo, passar tempo com alguém… Sua liberdade de escolher certas ações, podem e devem estar dentro da sua capacidade de decisão.

As crianças precisam ser ouvidas, amadas e respeitadas, mesmo que elas não peçam isso com palavras. Isso pode transformar gerações. 🧡

4 views0 comments

Recent Posts

See All